Ir para o conteúdo principal

ICS e ITF clamam aos navios que soem as sirenes em apoio aos "heróis anônimos do comércio global" no Dia Internacional dos Trabalhadores

27 Apr 2020
Comunicado à imprensa

A Câmara Internacional de Navegação e sua rede global de associações de membros nacionais, e a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes e seus 215 sindicatos de marítimos, clamam aos marítimos em todo o mundo que soem as sirenes de seus navios quando estiverem no porto, às 12h, horário local, no Dia Internacional dos Trabalhadores, 1º de maio de 2020.
 
O Dia Internacional dos Trabalhadores – ou dia do trabalhador – é reconhecido em muitos países em todo o mundo para celebrar e reconhecer a contribuição feita pelos trabalhadores em todo o mundo.
 
A ICS e a ITF incentivam o gesto de solidariedade para reconhecer mais de 1,6 milhões de marítimos em todo o mundo, os heróis anônimos do comércio global, que estão mantendo o abastecimento dos países com alimentos, combustível e suprimentos importantes, tais como equipamentos médicos, não só durante a pandemia de Covid-19, mas todos os dias. Antes de começarem a soar as sirenes, os navios devem se certificar de obter a devida autorização, quando necessária.
 
Guy Platten, secretário-geral da Câmara Internacional de Navegação disse, "Nossos marítimos são os heróis anônimos do comércio global e não podemos esquecer a sua contribuição diária para manter nossos países abastecidos com as mercadorias que necessitamos. O soar das sirenes dos navios nos portos, nesse dia em que o mundo reconhece a contribuição dos trabalhadores, é a maneira ideal de lembrarmos a todos o seu sacrifício. Eles são todos Heróis no Mar."
 
Stephen Cotton, secretário-geral da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) disse: "A ITF acolhe esta iniciativa e clama aos marítimos que soem as sirenes de seus navios em uma expressão global de solidariedade, mas também é importante assegurar que os holofotes permaneçam em como os marítimos são fundamentais para que as mercadorias essenciais continuem a ser transportadas ao redor do mundo, durante esta crise. Os governos devem ver isso como uma chamada à ação para facilitar as trocas de tripulantes e o movimento livre dos marítimos, para que eles possam continuar a manter o funcionamento das cadeias de suprimento nestes tempos sem precedentes."
 
A navegação desempenha um papel fundamental nas cadeias de suprimento globais, mas o problema das trocas de tripulação está ameaçando a operação segura do comércio marítimo. Devido às restrições de viagem relacionadas ao COVID-19, a indústria tem presenciado o prolongamento do tempo dos marítimos a bordo de navios, após longos períodos no mar. A situação atual não pode durar indefinidamente em nome da segurança e bem-estar dos marítimos.
 
A ITF e a ICS também repetiram o chamado aos governos para que facilitem o movimento livre dos marítimos, encaminhando em 7 de abril, uma carta conjunta da ICS e da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).
 
Em conjunto, a ITF e a ICS clamam aos governos que:

  1. Designem um número específico e limitado de aeroportos para o movimento seguro e repatriação de tripulantes.
  2. Redefinam os marítimos como trabalhadores essenciais que prestam serviços cruciais durante a pandemia de Covid-19, levantando as restrições nacionais impostas aos passageiros e pessoal não essencial.
  3. Assumam seu compromisso de manter as cadeias de suprimento abertas, tomando medidas urgentes para solucionar o problema.

A ICS e a ITF produziram cartas de autorização para ajudar os marítimos e as autoridades a reconhecer a qualidade de trabalhador essencial dos trabalhadores em transportes operando com autoridade legítima. As empresas de navegação podem usar o modelo da carta de facilitação, copiar o texto em papel timbrado da empresa, preencher os dados individuais do marítimo e compartilhar o certificado preenchido com cada um de seus marítimos afetados, desde que eles tenham feito os exames médicos necessários. A carta declara que "Esta carta de facilitação certifica que este marítimo deve ter passagem livre autorizada para viajar entre sua casa e sua embarcação e passou por exames médicos." Você pode baixar a carta aqui.
 
Para mais informações, queira contactar:
ITF: media@itf.org.uk
ICS: ICS@woodrowcommunications.com

 

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.