Ir para o conteúdo principal

Concentradores de oxigênio enviados à Índia para salvar a vida dos marítimos

26 May 2021
Comunicado à imprensa
Crédito: Jake Lester Bodegas

Centenas de vidas serão salvas graças a dois novos projetos emergenciais financiados pelo Fundo dos Marítimos da ITF e entregues através de dois sindicatos de marítimos na Índia.

O apoio do Fundo dos Marítimos da ITF para concentradores de oxigênio e suprimentos de emergência para os marítimos afetados e suas famílias chega numa hora em que sistema de saúde da Índia está à beira do colapso após o surto de Covid-19 sem precedentes no país. As duas concessões totalizam 215.000 libras esterlinas (US$305.085).

O Sindicato Nacional dos Marítimos da Índia (NUSI) usará sua rede de sucursais em todo o país para entregar concentradores de oxigênio gratuitamente para os marítimos e suas famílias. A iniciativa é parte de um projeto mais amplo do sindicato para aumentar o número de leitos com respiradores em hospitais do governo.

Uma segunda concessão do Fundo dos Marítimos da ITF financiará suprimentos para os marítimos indianos e suas famílias que estejam passando por dificuldades durante o lockdown ou em períodos de quarentena. O sindicato Forward Seamen’s Union of India (FSUI) coordenará a obtenção de apoio logístico e mercadorias essenciais para os marítimos em portos confinados, assim como o fornecimento de assistência às famílias que perderam seus entes queridos para o vírus.

“No ano passado, os sindicatos de marítimos indianos estavam na linha de frente na obtenção de suprimentos de emergência e álcool em gel para os marítimos logo no início da pandemia”, disse Katie Higginbottom, Chefe do Fundo dos Marítimos da ITF.

“Agora, estamos todos testemunhando a tragédia humana em curso na Índia com esta segunda onda mortal, e o Fundo dos Marítimos da ITF tem o orgulho de apoiar os sindicatos que estão intervindo para salvar o máximo possível de vidas e reduzir a dificuldade enfrentada pelos marítimos indianos e suas famílias.”

O secretário-geral do NUSI, Abdulgani Y. Serang, disse que a concessão para concentradores de oxigênio salvará vidas, pois ajuda a solucionar a falta crônica de equipamentos de suporte respiratório no país.

“Pessoas em toda a Índia, incluindo marítimos, têm tentado conseguir cilindros ou concentradores de oxigênio para si e para seus entes queridos, para que possam combater o vírus em casa. Os hospitais também precisam de mais dessas máquinas – muitos pacientes não conseguem leitos com oxigênio e estamos perdendo vidas”, disse ele. “Esta concessão salvará centenas de vidas”, disse Serang.

Manoj Yadav, secretário-geral do FSUI, também está confiante que a concessão fará diferença.

“Muitos marítimos testaram positivo e muitos morreram. Pessoas demais. Estamos fazendo o nosso melhor para fornecer o suporte necessário às famílias dos marítimos em circunstâncias muito desafiadoras”, disse Yadav.

O surto na Índia ameaça piorar a crise das trocas de tripulação

Aumentam as preocupações na indústria marítima de que a crise sanitária na Índia faça com que, em questão de semanas, o número de marítimos impedidos de voltar para casa dobre devido às restrições de viagens e fronteiras relacionadas à Covid impostas pelos governos. Estima-se que 200.000 marítimos estejam presos trabalhando a bordo de embarcações além de seus contratos iniciais.

“Novas restrições aos marítimos indianos irão piorar a crise das trocas de tripulação. Precisamos de sistemas que embarquem os marítimos com teste negativo para Covid e totalmente vacinados para liberar os tripulantes que já estão a bordo há tempo demais”, disse David Heindel, presidente da Seção dos Marítimos da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF).

Em Cingapura, Hong Kong e Emirados Árabes Unidos, importantes centros de trocas de tripulação, aqueles que viajaram recentemente para a Índia foram banidos de entrar ou transitar em seus portos e aeroportos. Os cidadãos indianos representam 1 em 8 marítimos da força de trabalho marítima global.

“Nossos corações estão com nossos companheiros e companheiras na Índia. É um golpe duplo para os marítimos indianos que estão no mar vendo o sofrimento de suas famílias, enquanto eles também enfrentam a perspectiva de muitos mais meses presos trabalhando a bordo, sem poder ir para casa confortar seus entes queridos”, disse Heindel.

“Essas concessões consideráveis mostram que os representantes trabalhistas estão preparados para fazer o possível para reduzir o impacto do vírus. Mas, a solução de longo prazo continua sendo o acesso universal a vacinas para todos os marítimos com todos fazendo a sua parte: governos, sindicatos, empresas; simultaneamente e mundialmente.”

“Surtos nacionais de Covid, como o visto na Índia neste momento, continuarão a acontecer até que o mundo inteiro tenha o vírus sob controle, agravando a crise das trocas de tripulação e pondo em risco cadeias de suprimentos essenciais. Ninguém está seguro até que todos estejamos seguros”, concluiu Heindel.

FIM

Obs.:

  • Fotos do Fundo dos Marítimos da ITF apoiando iniciativas de Covid-19 em 2020 estão disponíveis aqui (Crédito: Fundo dos Marítimos da ITF)

Sobre a ITF: A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) é uma federação democrática e liderada pelos afiliados, reconhecida como a autoridade em transportes líder no mundo. Lutamos apaixonadamente para melhorar a vida profissional, conectando sindicatos de 147 países para assegurar direitos, igualdade e justiça para nossos membros. Somos a voz de aproximadamente 20 milhões de trabalhadoras e trabalhadores na indústria de transportes do mundo inteiro.

Sobre o Fundo dos Marítimos da ITF: O Fundo dos Marítimos da ITF, uma instituição beneficente fundada no Reino Unido em 1981, financia programas que melhoram o bem-estar dos trabalhadores marítimos e suas famílias. Somos financiados pelo próprio capital do Fundo e pela renda de investimentos do Fundo de Bem-Estar da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes, uma federação global de sindicatos de trabalhadores em transportes representando quase 20 milhões de membros.

Contatos para mídia:

ITF  media@itf.org.uk                                

Fundo dos Marítimos da ITF - media@itf.org.uk*                        

*Consultas realizadas em nome do Fundo dos Marítimos da ITF