Ir para o conteúdo principal

O que fazemos

Defendendo empregos e promovendo a segurança para todos

A seção de ferroviários da ITF junta sindicatos afiliados do mundo todo. Acompanhando a reestruturação dos sistemas ferroviários, o foco em comum recai sobre:

  • Responder ao impacto das mudanças sobre emprego, condições de trabalho e direitos sindicais
  • Direitos, promoção da segurança ferroviária e organização de ferroviários ao longo do setor

A ITF e sua seção de ferroviários poem ênfase na necessidade de investor no desenvolvimento de ferrovias, de forma a melhorar as condições de trabalho as medidas de segurança, e preservar o caráter permanente dos empregos no setor ferroviário, em vez de substituir os trabalhadores permanentes por trabalhados terceirizados, temporários ou em situação precária. Para enfrentar o problema da mudança climática, a expansão das redes ferroviárias será fundamental. A fim de que seja logrado, é extremamente importante ter sindicatos fortes, capazes de negociar com os empregadores, os governos e as instituições internacionais, e assinar acordos coletivos que garantam condições decentes para os ferroviários.

O que está havendo com o setor ferroviário?

A globalização fez mudar intensamente as estruturas ferroviárias e a sua propriedade.

  • As privatizações levaram a grandes perdas de emprego, ao fechamento de linhas não lucrativas, à terceirização e à subcontratação.
  • Existe crescente pressão política para que as operações de trens sejam separadas das de infraestrutura e manutenção
  • Novas formas de negócios e emprego estão surgindo, as quais nem sempre levam em consideração padrões de segurança e consequências sociais
  • Muitos governos estão atacando os direitos sindicais, o emprego e as condições de trabalho

O que faz a seção de ferroviários da ITF

Nosso papel inclui:

  • Assessorar os afiliados do setor ferroviário que se deparam com a reestruturação e a privatização
  • Coordenar a solidariedade para com os afiliados em disputa com governos ou empresas
  • Exercer pressão sobre instituições internacionais (tais como a Comissão Europeia) que recomendam reestruturação como um caminho para trazer os sindicatos para o processo de consulta
  • Coordenar atividades sindicais em empresas ferroviárias multinacionais
  • Fazer campanhas e lobbies por direitos sindicais plenos para todos os ferroviários, nos setores público e privado
  • Perseguir a segurança ferroviária

Levantar a bandeira da integração dos sistemas de transporte urbano e da propriedade pública destes, em conjunto com a seção de trabalhadores rodoviários.
 

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.