Ir para o conteúdo principal

Sindicatos e empregadores se aliam em projeto para garantir que marítimos das Filipinas estejam livres da ‘Covid-free’

06 Nov 2020
Comunicado à imprensa

A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) e o International Maritime Employers' Council (IMEC) lançaram um programa aprimorado de quarentena e testes em Manila, com o objetivo de alcançar mais marítimos filipinos embarcando e desembarcando de navios em meio a uma crise global de mudança de tripulação, abordando as preocupações dos governos em relação à minimizar a propagação da pandemia.

Lançado em 28 de outubro, o programa consiste em:

  • 300 quartos com isolamento seguro contratados em dois hotéis de redes hoteleiras de renome em Manila;
  • Segurança e monitoramento 24/7 para garantir quarentena de 14 dias;
  • teste PCR padrão ouro de chegada e pré-embarque de marítimos;
  • certificação segura de resultados de teste usando tecnologia blockchain à prova de violação;
  • trânsito seguro para aeroportos em grupos de no máximo cinco (incluindo motorista);
  • busca de parcerias com governos e suas autoridades de imigração e de portos para reconhecer certificados de resultados de testes, reduzindo o tempo de quarentena somente ao necessário e melhorando o volume de troca de tripulação.

As instalações e o processos serão auditados por auditores terceirizados e independentes antes de serem admitidos na chamada “LISTA BRANCA” e serão submetidos a auditorias periódicas para garantir a conformidade contínua.

O secretário-geral da ITF, Stephen Cotton, disse que o programa diz respeito a sindicatos e empregadores trabalhando juntos para fornecer soluções em um ‘mundo Covid’.

“A realidade é que esse vírus está conosco por enquanto. Enquanto não houver vacina, todos nós deveremos trabalhar juntos para levar os marítimos com segurança para os navios e dos navios para casa em uma escala muito maior do que estamos vendo agora.”

“Por razões de segurança e ambientais, você não pode deixar um navio atracado em um porto sem uma tripulação. Você tem que ter os que irão embarcar alinhados antes que a tripulação possa deixar o navio. ”

“Em nossa opinião, esse sistema é a maneira mais segura de levar tripulantes de reposição rapidamente aos navios, de modo que os marítimos que estão a bordo há muito tempo possam exercer seu direito de voltar para casa. É muito mais seguro e eficiente se um país tem provas de que um marítimo foi isolado de maneira gerenciada e monitorado, com o teste tendo dado negativo duas vezes para deixá-lo entrar; em vez de exigir que eles fiquem em quarentena ao chegarem. ”“

Após meses de tanta inércia de tantos governos para resolver a crise de mudança de tripulação que é principalmente causada por eles; cabe aos trabalhadores, seus sindicatos e empregadores propor soluções práticas como esta para ajudar a tirar os marítimos dessas prisões flutuantes e serem rendidos por aqueles que estão ansiosos para voltar a trabalhar e ganhar dinheiro ”, disse Cotton.

O programa é apoiado pelas aos sindicatos de marítimos afiliados à ITF nas Filipinas AMOSUP e PSU. Isto só está sendo possível devido a uma concessão de “capital inicial” do Fundo Internacional de Treinamento Marítimo da AMOSUP. A finalidade única do fundo é apoiar o bem-estar dos marítimos filipinos. O presidente do IMEC, capitão Belal Ahmed, disse que o programa surgiu depois que empregadores e sindicatos entenderam serem necessárias soluções mais práticas para abordar as preocupações levantadas por vários centros de mudança de tripulação sobre a autenticidade dos testes negativos da Covid obtidos nas Filipinas, e sobre a eficácia de processos de quarentena pré-embarque usados para marítimos que buscam ingressar em navios. “Sentimos que deveria haver uma solução de tecnologia e processo para poder dizer aos países. O marítimo fez sua quarentena em um ambiente gerenciado e monitorado, aqui está seu teste negativo: agora, por favor, deixe-o continuar com seu trabalho . Este novo programa significa que seremos capazes de dizer isso com confiança. ”

“Recebemos contribuições de desenvolvedores de software que forneceram tecnologia blockchain para tornar os certificados de resultado de teste PCR da Covid à prova de violação”, disse Ahmed, “a instalação de quarentena segue diretrizes rígidas sob as regras SHN (Stay Home Notice) de Cingapura. Isso é fundamental para garantir que a tripulação permaneça livre da COVID-19 por pelo menos 14 dias antes de embarcar no navio. ”Por enquanto, o programa e as vagas em suas dependências são abertos apenas para membros do IMEC. “Vamos ver nas próximas semanas o desdobramento desse processo. Quando virmos os resultados que queremos ver, procuraremos aumentá-los para que haja mais troca de marítimos. ”“Espero que isso sirva de modelo de como as coisas podem ser feitas. Esse tipo de inovação é muito importante para acabar com esta crise humanitária ”, disse Ahmed.

O projeto também está cooperando com um programa semelhante da Associação de Armadores da Noruega, lançado no início do mês e que utiliza o mesmo hotel.


Notas:

  • Há quartos disponíveis para uso desde 28 de outubro, já podendo ser reservados
  • Todas as solicitações de reserve devem ser encaminhadas ao coordenador de reservas deste projeto em itfimeccrewchange@amosup.org
  • Este fluxograma dá mais informações sobre como esse processo funciona