Ir para o conteúdo principal

Nautilus International e ITF clamam por urgente liberação de petroleiro britânico e sua tripulação

24 Jul 2019
Comunicado à imprensa
DECLARAÇÃO CONJUNTA DA NAUTILUS INTERNATIONAL E DA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES


A Nautilus International e a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) manifestaram hoje sua profunda preocupação com a apreensão do petroleiro britânico Stena Impero no Estreito de Ormuz, e clamam por uma resolução diplomática da situação e pela reversão da escalada de tensões na região. 

O Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã apreendeu o petroleiro de bandeira britânica Stena Impero no Estreito de Ormuz na sexta-feira com 23 marítimos a bordo, de nacionalidade indiana, russa, letã e filipina.

“Estamos chocados, mas não surpresos com os desdobramentos no Golfo. Temos levado nossas preocupações com segurança para a Câmara Britânica de Navegação repetidamente ao longo de anos recentes. Eu escrevi ao ministro da Defesa dando apoio e encorajando intervenções navais conjuntas, em resposta ao aumento das tensões no Golfo. Conclamamos o governo do Reino Unido a que se engaje urgentemente em esforços diplomáticos a favor de que se liberte a embarcação e a tripulação,” disse o Secretário Geral da Nautilus International, Mark Dickinson.

“Nossos pensamentos estão com os marítimos impedidos de sair e com suas famílias. Ofertamos nosso apoio ao esforço internacional para que sejam libertados em segurança, e prometemos redobrar esforços, incluindo a colaboração com os nossos colegas internacionais, para garantir que todos os marítimos sejam protegidos da agressão, onde quer que o risco seja evidente,” acrescentou Dickinson.

O Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica disse, em declaração, que o Stena Impero foi apreendido “a pedido do Escritório de Organização Marítima e Portuária da província de Ormuzgan, por desrespeitar normas e regulamentações internacionais enquanto transitava pelo Estreito de Ormuz.”

De acordo com a agência semioficial de notícias do Irã, a Fars, há relato de a embarcação ter sido levada para o porto iraniano de Bandar Abbas, onde todos os 23 membros da tripulação estão sendo mantidos a bordo até o término de procedimentos jurídicos.

“A ITF está profundamente preocupada. A apreensão do Stena Impero marca uma dramática intensificação da instabilidade na região”, disse o presidente da Seção de Marítimos da ITF, David Heindel.

“Este é o mais recente de uma série de episódios alarmantes, e novamente clamamos por uma reversão da escalada das tensões na região. Convidamos todas as nações para promover a estabilidade, garantir a passagem segura, e liberdade de navegação em águas internacionais ao longo do Golfo da Arábia, o Estreito de Ormuz, o Estreito de Bab el-Mandeb e o Golfo de Omã.

“Os marítimos estão preocupados com o risco à sua segurança e é essencial que a indústria da navegação e os governos trabalhem em conjunto para garantir a passagem segura e dissolvam os conflitos numa região tão vital,” disse Heindel.
 

CONTATO
Luke Menzies, ITF | +61 (0) 433 889 844 | menzies_luke@itf.org.uk
Helen Kelly, Nautilus International | +44 (0)20 8989 6677 | hkelly@nautilusint.org

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.