Ir para o conteúdo principal

Só um novo acordo pode salvar a aviação

14 Aug 2020

A indústria da aviação está sendo atingida por uma segunda onda e já estamos sentindo os efeitos secundários com milhares de empregos perdidos em toda a indústria. A ITF está clamando urgentemente por um novo acordo para os trabalhadores da aviação com base em auxílio, recuperação e reforma.

No início da pandemia de Covid-19 nós definimos 10 principais exigências para os governos e empregadores, e uma pesquisa da ITF de afiliados demonstrou que a maioria de nossos afiliados conseguiu muitas delas para seus membros, mas quase sempre, só temporariamente. Agora, o impacto econômico completo da Covid-19 está sendo sentido, muitos dos mecanismos iniciais de apoio fornecidos para salvar empregos, ajudar os trabalhadores e salvaguardar a indústria estão começando a secar, deixando a indústria em uma luta desesperada pela sobrevivência. Clamamos novamente aos governos e empregadores que adotem nossas principais exigências.

Todas as partes precisam ajudar a indústria a se recuperar. Isso deve incluir os trabalhadores, empregadores, reguladores e estados.

Impacto da força de trabalho

Neste caso, a segunda onda não é de Covid-19, mas a ameaça ao emprego de centenas de milhares de trabalhadores da indústria da aviação global. Quase todo dia, em algum lugar, vemos notícias sobre empresas aéreas demitindo trabalhadores ou enfrentando desastres financeiros.

Em um momento em que a aviação está desempenhando um papel essencial ajudando a todos contra os piores efeitos da pandemia, é difícil aceitar. Nossos afiliados e seus membros colaboraram e fizeram a parte deles para apoiar a todos nós, agora precisamos retribuir fazendo o mesmo.

Salvar a aviação e todos os empregos e comunidades que tanto dependem das viagens aéreas não será uma tarefa rápida; a indústria precisa de uma grande reforma para ser sustentável em longo prazo.

Mas, primeiro devemos nos concentrar em auxílio imediato para que não haja mais perda de trabalhadores altamente qualificados, cruciais para manter a infraestrutura necessária para recuperação da indústria. A pegada potencial da perda de empregos vai bem além da aviação em si, os empregos aeroespaciais e de turismo também são altamente dependentes do setor.

Se quisermos recuperar a confiança dos passageiros, também é fundamental que os trabalhadores do setor se sintam seguros; é por isso que a ITF definiu condições claras para um retorno seguro aos céus.

Apoio financeiro condicional

Os governos precisam ampliar os programas implementados no início da crise para que o setor possa se recuperar. O auxílio financeiro dado às empresas também deve ser condicionado à reforma de longo prazo.

A criação de forças-tarefa nacionais que incluam todas as partes interessadas como parceiros iguais é um bom ponto de partida. A prioridade deve ser garantir que os trabalhadores essenciais não sejam as vítimas da crise, tendo como pilares centrais dos pacotes de auxílio financeiro a proteção dos empregos e dos termos e condições. Os trabalhadores também devem ser colocados antes do lucro e quaisquer benefícios perdidos pelos trabalhadores devem ser restituídos antes de pagamentos aos acionistas ou aumento salarial do CEO quando as empresas aéreas voltarem a ter lucro.

A indústria também deve ter acesso a apoio financeiro condicional que incentive a renovação das frotas, incluindo a substituição das aeronaves mais velhas por outras mais novas, com energia mais limpa e mais eficientes. A redução da pegada ambiental da indústria da aviação é um objetivo compartilhado por todas as principais partes interessadas e pode ser alcançado com a previsão e planejamento corretos.

Ecossistema da aviação

É essencial que o ecossistema da aviação seja adequado à sua finalidade se a indústria quiser se recuperar. A segurança dos aeroportos e a infraestrutura serão fundamentais para conquistar a confiança dos passageiros daqui para frente.

A pandemia do coronavírus serviu para mostrar os perigos da desregulamentação e privatização em aeroportos, com muitos governos considerando a reestatização ou coisa semelhante a fim de proteger passageiros, empregos, a capacidade de viajar e manter as cadeias de suprimento essenciais.

A construção da nova infraestrutura necessária para dar suporte à transição para uma indústria mais ecológica exigirá um grande investimento de capital de longo prazo. Esses aeroportos mais novos ou reconstruídos serão um componente vital na redução do risco de futuras pandemias para os passageiros, já que os últimos conhecimentos e experiências podem ser aplicados ao design. O capital dos trabalhadores terá um papel importante no desenvolvimento desses projetos.

Integração de sistemas

Com o impacto da Covid-19 sobre nossa indústria, a ITF tem buscado parceiros estratégicos que também compartilham o desejo de fazer campanha para salvar nossa indústria e garantir um retorno seguro tanto para os trabalhadores como para os passageiros. A fundação para o retorno bem-sucedido da indústria deve ser construída sobre uma base sólida e é necessário reconhecer que, sem uma força de trabalho altamente qualificada, a indústria não vai se recuperar.

Continuaremos a construir relacionamentos e a trabalhar com as organizações dispostas a se comprometerem com nossa visão de um novo acordo para a aviação com base em auxílio, recuperação e reforma.