Ir para o conteúdo principal

O Fórum Internacional de Negociação conclui as negociações, reconhecendo o sacrifício feito pelos marítimos durante a Covid

10 Sep 2021
Comunicado à imprensa

A ITF e o JNG reuniram-se de 1 a 3 de setembro de 2021 para importantes negociações de aumento salarial e outros elementos de custos. Devido à pandemia, a parceria social tinha concordado em adiar o início das negociações para o período 2021-2022, inicialmente programado para março de 2020.

As negociações foram particularmente desafiadoras devido às variações de lucro na indústria, assim como ao aumento dos custos operacionais devido à pandemia. Porém, ambas as partes declararam que os sacrifícios dos marítimos durante a pandemia precisam ser reconhecidos. Eles continuaram a manter o comércio mundial em movimento, não puderam voltar para casa após a expiração dos contratos e não tiveram aumento salarial em 2021.

As negociações foram concluídas com sucesso com o seguinte acordo:

  • Um aumento de 3% dos salários e remunerações a partir de 1º de janeiro de 2022
  • Um aumento de 1,5% dos salários e remunerações a partir de 1º de janeiro de 2023
  • Um aumento no reembolso dos membros do JNG do Fundo de Bem-Estar da ITF para 20% para contribuir com o Fundo de Apoio aos Marítimos do IBF

Antes das negociações, os parceiros sociais tiveram um período de cooperação excepcionalmente estreita, com ambas as partes profundamente frustradas pelo tratamento dos marítimos durante a pandemia de Covid-19 pelos governos do mundo, impedidos de fazer trocas de tripulação para voltarem para casa ao fim de seus contratos e mesmo barrados nos hospitais de muitos países. Grupos de trabalhadores e empregadores uniram esforços para garantir que os direitos dos marítimos fossem restabelecidos.

O presidente da Seção de Marítimos da ITF, Sr. David Heindel, foi o porta-voz da ITF e presidiu as palestras.

“Desde o risco inicial que a pandemia representou para os marítimos, o desafio constante enfrentado pelos marítimos, que algumas vezes tiveram tratamento médico de emergência negado pelos Estados do porto, até o escândalo global que é a crise das trocas de tripulação, nos últimos 18 meses os marítimos demonstraram excepcional profissionalismo e comprometimento. Assim, temos o prazer de conseguir aumentos salariais para os marítimos. Foram reconhecidos seus sacrifícios diários para manter as cadeias de suprimentos em movimento, entregando as mercadorias essenciais para nossa recuperação a bilhões de consumidores e empresas”, disse Heindel.

O porta-voz do Grupo de Negociação Conjunta de empregadores marítimos (JNG), Capitão Belal Ahmed, repetiu a mensagem do Sr. Heindel de sincero agradecimento da indústria aos marítimos.

“Empregadores da indústria marítima, armadores, administradores: as águas difíceis e turbulentas desta pandemia nos aproximou dos tripulantes. Vemos os sacrifícios que fizeram e, dentro de nossas possibilidades como empresas comprometidas a existir no futuro, nos esforçamos para reconhecer os esforços dos marítimos.”

Também do lado dos empregadores, o presidente do JNG e IMMAJ, Sr. Toshihito Inoue, acrescentou: “O acordo salarial dá estabilidade ao mercado salarial dos marítimos daqui para frente, permitindo que os empregadores se preparem para as volatilidades da demanda que se fazem sentir em vários mercados marítimos desde 2020.”

O presidente da ITF e da Seção dos Trabalhadores Portuários, Sr. Paddy Crumlin, que participou das negociações na qualidade de copresidente do Comitê de Práticas Aceitáveis da ITF, acolheu o acordo.

“Este é um resultado importante, não só para os marítimos, mas para todos os trabalhadores do mar, já que mostra o comprometimento de empregadores idôneos com o contínuo processo de negociação coletiva mundial que é essencial para a cadeia global de suprimentos. Multinacionais de outros setores devem se esforçar para garantir acordos-quadro adequados para seus empregados diretos e indiretos na cadeia global de suprimentos”, disse Crumlin.

O Acordo-Quadro do Fórum Internacional de Negociação (IBF) entre a ITF e o Grupo de Negociação Conjunta (JNG) define os termos, condições e salários dos marítimos internacionais do mundo trabalhando a bordo de embarcações com bandeira de um registro aberto designado pela ITF como bandeira de conveniência.

 

FIM

 

Obs.:

Sobre o IBF:

  • O IBF foi fundado em 2003 como um mecanismo de negociação coletiva entre empregadores e sindicatos marítimos para entrarem em acordo sobre salários e condições dos marítimos trabalhando a bordo de embarcações com bandeira de um registro aberto designado pela ITF como bandeira de conveniência. Com mais de 9200 embarcações beneficiadas pelo acordo fechado esta semana, o ITF-JNG IBF é o maior acordo salarial coletivo do setor privado no mundo.
  • As negociações do IBF podem ter âmbito tanto central quanto local, permitindo o desenvolvimento de princípios de sustentação que podem depois ser incorporados aos arranjos específicos locais. Esta abordagem única das negociações de remuneração é um exemplo sem igual de negociação internacional coletiva.
  • O Fundo de Apoio aos Marítimos do IBF foi criado exclusivamente para apoiar o bem-estar dos marítimos a bordo de embarcações cobertas por acordos do IBF.

 

Sobre a ITF: 

A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) é uma federação democrática e liderada pelos afiliados, reconhecida como a autoridade em transportes líder no mundo. Lutamos apaixonadamente para melhorar a vida profissional, conectando sindicatos de 147 países para assegurar direitos, igualdade e justiça para nossos membros. Somos a voz de aproximadamente 20 milhões de trabalhadoras e trabalhadores na indústria de transportes do mundo todo.

 

Sobre o JNG:

O Grupo de Negociação Conjunta (JNG) permite a integração das opiniões dos empregadores da indústria marítima em todo o mundo. O JNG hoje consiste no Conselho Internacional dos Empregadores Marítimos (IMEC), na Associação Internacional de Gestão de Marítimos do Japão (IMMAJ), na Associação dos Armadores Coreanos (KSA) e na empresa Evergreen de Taiwan.

 

Contatos para mídia:

ITF                                           media[at]itf.org.uk                                +44 20 7940 9282

JNG                                         info[at]imec.org.uk                               +44 20 7702 9138