Ir para o conteúdo principal

ACI e ITF reiteram a chamada aos governos por prioridade na vacinação dos trabalhadores de aeroportos

07 Apr 2021
Comunicado à imprensa

Os órgãos globais, representando os aeroportos do mundo e seus trabalhadores, renovaram suas chamadas aos governos para que seja priorizada a vacinação dos trabalhadores da aviação na sequência das novas diretrizes da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) e sua última chamada com a OMS. O Conselho Internacional de Aeroportos (ACI World) e a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) reconhecem o apoio inabalável da OACI e da OMS nesta importante causa durante toda a pandemia.

ACI e ITF contribuíram para a Força-Tarefa para Recuperação da Aviação do Conselho da OACI (CART) e ambas as organizações acolhem a publicação de suas diretrizes atualizadas com base nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) que incluem novas considerações sobre testes e vacinação que serão decisivas para estabelecer um padrão global para a recuperação.

Em dezembro de 2020, o ACI World e a ITF solicitaram que os trabalhadores de aeroportos sejam priorizados nas campanhas de vacinação para apoiar uma recuperação global da pandemia.

Após a publicação das últimas diretrizes da OACI, Luis Felipe de Oliveira, diretor-geral da ACI World disse: “A retomada das viagens aéreas será possível quando todas as partes interessadas priorizarem a segurança. A prioridade para os aeroportos sempre foi proteger a saúde e bem-estar dos passageiros, dos empregados e do público. Após os grupos prioritários (profissionais de saúde etc.), a vacinação dos trabalhadores essenciais é o próximo passo fundamental. Vacinação, regimes de testes coordenados e avaliação de risco constante serão fundamentais para que os passageiros voltem a ter confiança nas viagens aéreas.”

“A aviação tem um papel fundamental na recuperação da pandemia, transportando mercadorias essenciais, inclusive as vacinas, e trazendo benefícios econômicos e sociais às comunidades servidas por aeroportos”, continuou Oliveira.

Stephen Cotton, secretário-geral da ITF, apoiou as novas diretrizes da OACI: “Apoiamos as novas diretrizes da OACI, principalmente o conselho para os governos e a indústria sobre os protocolos de vacinação e testes para os trabalhadores da aviação e passageiros. Sem dúvida esses padrões terão papel decisivo na recuperação da indústria e serão essenciais para reconquistar a confiança dos passageiros para que voltem a voar.”

“Como vimos em Cingapura, estamos pedindo aos governos que priorizem a vacinação e a saúde e segurança de todos os trabalhadores da aviação – desde o pessoal de segurança e limpeza dos aeroportos até a tripulação de cabine e os pilotos. Os governos devem reconhecê-los como trabalhadores essenciais e priorizá-los na vacinação”, disse Cotton.