Ir para o conteúdo principal

Stephen Cotton, Secretário Geral da ITF, em Davos 2020

21 Jan 2020
Comunicado à imprensa

Stephen Cotton, secretário geral da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) também estará disponível para entrevistas em Davos 2020 – a Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial.

Convidamos os jornalistas a marcarem entrevistas com o sr. Cotton a respeito de temas-chaves de Davos 2020, que façam intersecção com o trabalho da ITF na defesa dos trabalhadores dos transportes do mundo todo.

QUEM: STEPHEN COTTON, secretário geral da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) – representando 20 milhões de trabalhadores de 147 países.

QUANDO: de 22 a 24 de janeiro de 2020

ONDE: Centro de mídia do Fórum Econômico Mundial, Davos

QUESTÕES PRINCIPAIS

Transporte sustentável
O transporte contribui com aproximadamente um quarto das emissões mundiais de gases estufa relacionados a energia. A descarbonização da economia como um todo deve se basear em cooperação entre patrões e sindicatos, em investimento em transporte e em liderança governamental.

Sociedade e futuro do trabalho
A tecnologia está alterando radicalmente a economia e as vidas dos trabalhadores em todos os setores dos transportes. A ITF está influenciando discussões a respeito de digitalização, economia de “bico”, automação e mudança tecnológica; assegurando que os trabalhadores de hoje e amanhã sejam centrais para o futuro do trabalho.

Devemos mandar na tecnologia e não a tecnologia mandar em nós
Temos que ser donos dos nossos dados e partilhar dos lucros que gerarem. A nova tecnologia deve criar empregos e melhorar nossas vidas.

Melhores negócios – responsabilização da cadeia de suprimento
As multinacionais devem responder e se responsabilizar pelas práticas exploratórias ao longo de sua cadeia de suprimento global. Somente os trabalhadores e os seus sindicatos podem oferecer a due-dilligence (inspeção) necessária, em nível de local de trabalho, para dar fim à exploração nas cadeias de suprimento.

Melhores empresas – empresas e direitos humanos
Precisamos de uma legislação que torne obrigatória a due-dilligence (inspeção) de direitos humanos em nível nacional e de um tratado internacional forte e vinculante sobre negócios e direitos humanos, para abordar as lacunas de responsabilização empresarial no que tange aos direitos humanos.

Ecomomias mais justas – o bom comércio é transparente
A Iniciativa Cinturão e Rota da China está restruturando as cadeias de suprimento globais. Os trabalhadores e as comunidades locais devem participar no planejamento, investimento, desenvolvimento e operação das iniciativas, para que sejam sustentáveis e com prestação de contas.

Mais além da geopolítica – Convenção 190 da OIT sobre violência e assédio no trabalho
Violência, assédio e segregação ocupacional baseada em gênero são realidades diárias para milhões de trabalhadores em transportes. Os sindicatos estão reivindicando proteção e conclamando os governos a ratificar e implementar a Convenção 190 da OIT.

Economias mais justas – a aviação está voando alto, mas os salários e condições só fazem cair
O trabalho informal e subcontratado está se tornando o novo normal na indústria da aviação. Os direitos dos trabalhadores e a segurança dos passageiros são as primeiras vítimas nesta corrida até o fundo do poço. As linhas aéreas têm poder para mudar esta realidade.

As legislações de cabotagem são a pedra fundamental da economia azul
A ecomomia marítima se desenvolve na intersecção entre sustentabilidade, segurança, crescimento do emprego e direitos trabalhistas. As legislações nacionais de cabotagem mantêm o trabalho dos marítimos em condições decentes e a liberalização da cabotagem é uma ameaça importante à economia azul e ao comércio internacional.

-----

Para agendar uma entrevista ou obter mais informações, favor contatar:
Andy Khan-Gordon, khan-gordon_andy@itf.org.uk, mob/WhatsApp +44 (0) 7711 356 964

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.