Ir para o conteúdo principal

O bom senso deve prevalecer nas mudanças de controle de tráfego aéreo, diz a ITF

22 Oct 2021
Crédito: Beckett P

Os controladores de tráfego aéreo e seus sindicatos devem estar ativamente envolvidos na tomada de decisão sobre o futuro do setor de serviços de tráfego aéreo neste momento de intensas mudanças políticas e tecnológicas, disse a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF).

A chamada para usar a experiência e especialização dos controladores de tráfego aéreo com mais sabedoria chega no Dia Internacional do Controlador de tráfego aéreo, e enquanto a aviação toma decisões cruciais sobre seu futuro na recuperação da Covid-19.

“Cortes de custo com pouca visão assombrarão o setor por anos”, disse Paul Winstanley, presidente do subcomitê dos serviços de tráfego aéreo da ITF. “No entanto, em todo o mundo, prestadores de serviços de navegação aérea parecem ter a intenção de cortar empregos, terceirizar e eliminar os orçamentos de treinamento. A covid-19 foi um desastre para a aviação, mas decisões mal informadas tomadas no período de recuperação poderiam criar um desastre ainda maior.”

Liberalização não ajuda

Os controladores de tráfego aéreo têm sido essenciais para a saúde mundial e para a economia global. Eles permaneceram no trabalho durante a pandemia, garantindo que suprimentos médicos vitais pudessem ser distribuídos. No entanto, houve enormes pressões para cortar custos devido a reduções dramáticas no número de voos (os serviços são geralmente financiados por uma taxa para cada voo).

“As viagens aéreas estão crescendo novamente”, disse Winstanley, “e a demanda já começou a superar a oferta. Mas, em vez de aumentar os serviços para atender à demanda, muitos fornecedores estão usando a Covid-19 como desculpa para falar sobre mais liberalização, centralização e redução de custos.

“Isso não ajuda em nada a indústria de viagens aéreas. Estamos tomando o caminho errado, um caminho que irá desestabilizar ainda mais os serviços de tráfego aéreo como um todo.”

Pesquisa para oferecer gestão de tráfego aéreo estável

A ITF reconhece a pressão financeira causada pela Covid-19 sobre a navegação aérea e continua a procurar abordagens que manterão o controle de tráfego aéreo forte e garantirão a segurança dos passageiros. Iniciou um programa de pesquisa que irá explorar a viabilidade e a sustentabilidade em longo prazo de diferentes modelos de cobrança. Trabalhando com a Universidade de Bristol, e associações profissionais de staff, a ITF analisará o financiamento de prestadores de serviços de navegação aérea, com o objetivo de oferecer-lhes estabilidade financeira, mais independente das taxas das companhias aéreas.

“Esta e as crises anteriores mostraram que os prestadores de serviços de navegação aérea precisam de uma estrutura financeira estável para planejar com antecedência e, no entanto, neste momento vemos cortes de custos sem visão em todo o setor”, disse Winstanley. “É por isso que os controladores de tráfego aéreo e seus sindicatos devem estar à mesa. Conhecemos nosso trabalho, mantemos os céus seguros e entendemos o que nossa indústria precisa para seguir em frente.”