Ir para o conteúdo principal

Greve ferroviária na França: ITF presta apoio

06 Dec 2019

Oito milhões de trabalhadores, de 142 sindicatos de 78 países da seção ferroviária da família ITF, prestaram seu apoio aos quatro sindicatos franceses que deram início a uma greve sem data para acabar nas ferrovias do país, em 5 de dezembro de 2019.

CGT, UNSA, CFDT e FO estão agindo dessa forma para deter as mudanças nocivas que o governo está procurando impor.

Com vigência prevista para 1º de janeiro de 2020, os sindicatos alegam que a reforma ferroviária irá derrubar as condições dos ferroviários, reduzir salários e restringir direitos sindicais.

O plano de abrir as ferrovias para concorrência levará à terceirização, inclusive do setor de manutenção. É por isso que a carta de solidariedade da ITF aos sindicatos franceses declara: “Essas estratégias são as mesmas no mundo todo e levam aos mesmos resultados: a destruição de uma parte do sistema ferroviário.”

Além disso, os sindicatos estão descontentes com um plano para alterar a maneira como os fundos de pensão são financiados. Eles dizem que a reforma da previdência que se propõe não irá resolver os problemas enfrentados pelos trabalhadores em tempo parcial, não raro mulheres. O sistema previdenciário francês atual é um “sistema que a maioria das pessoas inveja pela natureza de seu financiamento e sua solidariedade intergeracional”, diz a carta da ITF.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.