Ir para o conteúdo principal

Ferroviários do Mali obtém apoio de sindicato da ITF após greve de fome mortal

27 Mar 2019

Uma delegação da Fédération CGT des Cheminots, afiliada à ITF, visitou os ferroviários no Mali – alguns dos quais estão em greve de fome desde dezembro.

O seu gesto desesperado custou a vida de quatro trabalhadores, duas de suas esposas e dois bebês.

Os trabalhadores agiram assim porque lhes deviam seis meses de salário, condenando-os a um nível perigoso de pobreza.

O presidente da seção de ferroviários da ITF, David Gobe, disse: "O que isto mostra, mais uma vez, é que a gestão privada das ferrovias leva mais cedo ou mais tarde a desastres econômicos e sociais.

“A ferrovia é técnica demais para ser entregue a financistas e estes ferroviários estão lutando para que o sistema seja de todos no Mali, tendo para isso o apoio dos trabalhadores dos transportes da ITF.”

O secretário geral da ITF, Stephen Cotton, escreveu ao presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, conclamando o seu governo a:

  • Trabalhar diretamente com o sindicato dos ferroviários
  • Pagar todos os salários atrasados
  • Encontrar urgentemente uma solução para reativar a ferrovia Dakar-Bamako

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.