Ir para o conteúdo principal

Caminhoneiros quenianos agem para verem atendidas exigências de segurança

04 May 2016
Kenyan truckers' security protest helps win government action
Um sindicato de caminhoneiros da ITF teve êxito em sua luta para que os governos do Quênia e do Sudão do Sul fizessem algo a respeito de suas preocupações com relação à segurança de seus membros, após o assassinato de 10 caminhoneiros em dois incidentes acontecidos no Sul do Sudão, em março.

Nicholas Mbugua, secretário geral do Sindicato dos Caminhoneiros de Longas Distâncias do Quênia (KLDTDU), disse à ITF que os esforços para reunir-se com o embaixador do Sudão do Sul para falar sobre as mortes por armas de fogo não surtiram efeito. Foi preciso que o sindicato ameaçasse com fazer greve nacional, se as exigências não fossem atendidas e sua segurança não fosse garantida até 25 de abril – assim como um protesto sindical no dia 24 de abril que causou o caos no trânsito da estrada de Mombaça por 8 horas – para que só então o governo do Quênia interviesse.

O sr. Mbugua terminou sendo convidado a se reunir com o diretor do Quênia para assuntos referentes a diáspora e com o embaixador do Sudão do Sul, em 26 de abril. Eles concordaram em que: o embaixador levaria o assunto ao seu governo; o governo do Sudão do Sul abriria um escritório em sua fronteira com Uganda para coordenar a segurança para os motoristas que entrem em seu país; e que o KLDTDU faria um cronograma de motoristas que adentram o Sudão do Sul em comboios, por considerar inviável a segurança para caminhões isolados.

Haverá outra reunião na semana que vem. O KLDTDU suspendeu a greve enquanto avalia o progresso feito.

O sr. Mbugua declarou: “Os caminhoneiros da África Oriental estão sofrendo. Dez motoristas foram mortos no Sudão do Sul. É demais; é preciso que os nossos governos da África Oriental façam algo!”
 
Leia a reportagem do Nairobi Star

Veja os tuítes da ITF Africa sobre o assunto – https://goo.gl/vn4Z1k e https://goo.gl/derZtL.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.