Ir para o conteúdo principal

Autoridades foram alertadas sobre acidente iminente no metrô da Cidade do México

06 May 2021

Pessoas que vivem perto do local do desabamento fatal do viaduto, ocorrido na segunda-feira na Cidade do México, alertaram as autoridades sobre protuberâncias nas paredes da passagem subterrânea e graves vibrações há mais de um ano, segundo o El Universal.

Nós sabíamos que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde”, disse um vizinho ao jornal mexicano.

Pelo menos 23 pessoas morreram e cerca de 70 ficaram feridas quando o viaduto na Linha 12 do metrô da Cidade do México desabou durante a passagem de um trem, conforme relatado por agências de notícias. A tragédia aconteceu na segunda-feira, em torno das 22h30, hora local.

A ITF e o Sindicato Nacional de Trabajadores del Sistema de Transporte Colectivo (SNTSTC), afiliado a ela, exigiram hoje uma investigação imediata das falhas sistemáticas que afetam as estruturas do metrô do México.

Os vagões ficaram pendurados sobre o viaduto com as pessoas ainda dentro, o que atrasou os esforços de resgate. Uma pessoa presa em um carro que passava sob o viaduto foi retirada e levada para o hospital.

“Nossos pensamentos e orações estão com as famílias daqueles afetados pelo acidente”, disse Stephen Cotton, secretário-geral da ITF.

O SNTSTC confirmou que somente passageiros morreram ou ficaram feridos; nem o condutor nem nenhum tripulante do trem ficaram feridos no desabamento.

A prefeita da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, disse aos repórteres que a causa do acidente estava sendo investigada, mas, aparentemente, uma viga desabou enquanto o trem passava.

Havia várias reclamações e acusações de irregularidades na construção da Linha 12, segundo o jornal USA Today.

Trabalhadores de ônibus e ônibus elétricos intensificaram o trabalho para fornecer serviços adicionais, já que a Linha 12 provavelmente permanecerá fechada por algum tempo.