Ir para o conteúdo principal

Trabalhadores em transportes, operadores e embarcadores unidos para elevar os padrões de tratamento dos condutores em todo o mundo

21 May 2021

Os líderes de três importantes organizações internacionais, representando trabalhadores em transportes, operadores e embarcadores, lançaram um estatuto para melhorar a forma como os condutores de caminhões e furgões são tratados nos locais de coleta e entrega.

Em todo o mundo, mais de 60 milhões de caminhões comerciais são conduzidos por trabalhadores qualificados e dedicados que, infelizmente, quase sempre enfrentam condições difíceis, pouco acesso a instalações sanitárias decentes e falta de respeito nos locais de carga e descarga – e tudo isso foi exacerbado pela pandemia de COVID-19.

Lançado pela Global Shippers Alliance (GSA), IRU, organização mundial de transporte rodoviário, e a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF), o Estatuto do Condutor apresenta os compromissos dos embarcadores, operadores de transporte e condutores para elevar os padrões para os condutores em todo o mundo.

O Estatuto também visa abordar alguns dos obstáculos ao recrutamento na indústria, principalmente para mulheres e jovens, de forma a solucionar de forma justa a escassez crônica de condutores. Mais de 1/5 das posições permanecem vagas em muitos países. No entanto, somente 2% dos caminhoneiros em todo o mundo são mulheres, e somente 5% dos condutores têm menos de 25 anos na Europa e na Rússia.

Denis Choumert, presidente da GSA, disse:

“Os embarcadores querem operar locais de coleta e entrega que sejam acolhedores e seguros para os motoristas. É do nosso interesse e do interesse das cadeias globais de suprimentos eficientes garantir que os condutores sejam empoderados para fazerem bem o seu trabalho. Este estatuto incentivará a conformidade com as leis e normas nos locais de carga e descarga, e melhores práticas de como podemos trabalhar melhor com os condutores comerciais em todo o mundo”.   

Umberto de Pretto, secretário-geral da IRU, disse:

“O transporte rodoviário é um elo vital em todas as cadeias de suprimentos. Como pudemos ver claramente durante a pandemia, condutores de caminhões e furgões e os operadores para os quais trabalham são essenciais para o funcionamento da economia mundial, mas ainda assim, quase sempre enfrentam más condições. Eles são profissionais dedicados que precisam de um ambiente de trabalho decente para poderem realizar seu trabalho adequadamente”.

Stephen Cotton, secretário-geral da ITF, disse:

“A pandemia de COVID-19 mostrou ao mundo a importância dos trabalhadores em transportes e dos motoristas que mantiveram o mundo em movimento. Esses trabalhadores devem poder realizar seu trabalho em um ambiente seguro, respeitoso e não discriminatório, com condições de emprego decentes. Este estatuto é um passo importante dado pelos empregadores, embarcadores e sindicatos para melhorar o tratamento dado a esses trabalhadores essenciais e também para atrair mais mulheres e jovens para a indústria”.

Demonstre o seu compromisso assinando o Estatuto; é simples e leva apenas alguns segundos. Hoje, o Estatuto está sendo lançado enquanto os líderes da IRU e da ITF falam em uma importante sessão plenária do encontro anual do Fórum Internacional dos Transportes sobre os trabalhadores em transportes e o futuro da mobilidade.

 

Para mais informações, entre em contato:

GSA: Katsiaryna Kliuyeva – k.kliuyeva@europeanshippers.eu
IRU: John Kidd – john.kidd@iru.org
ITF: Luke Menzies – media@itf.org.uk

Observação para os editores:

Sobre a Global Shippers’ Alliance
A Global Shippers’ Alliance (GSA) representa os interesses logísticos de fabricantes, varejistas e atacadistas, coletivamente denominados embarcadores. A GSA consiste na Asian Shippers’ Alliance (ASA), European Shippers’ Council (ESC) e American Association of Exporters and Importers (AAEI).

Sobre a IRU
A IRU é a organização mundial de transporte rodoviário, que promove crescimento econômico, prosperidade e segurança através da mobilidade sustentável de pessoas e mercadorias. É a voz de mais de 3,5 milhões de empresas que operam serviços de mobilidade e logística em todas as regiões do mundo, a IRU lidera soluções para ajudar o mundo a se mover melhor.

Sobre a ITF
A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) é uma federação democrática de sindicatos e de âmbito mundial de quase 700 sindicatos de trabalhadores em transportes, representando cerca de 20 milhões de trabalhadores em 150 países. A ITF trabalha para melhorar as vidas de trabalhadores em transportes do mundo todo, incentivando e organizando a solidariedade internacional em sua rede de filiados. A ITF representa os interesses dos sindicatos de trabalhadores em transportes que tomam decisões que afetam empregos, condições empregatícias e segurança na indústria dos transportes.