Ir para o conteúdo principal

Taxistas colombianos organizam-se para melhorar condições de trabalho e enfrentar os aplicativos de transportes

10 Jun 2016
No mês passado, taxistas de Cartagena, na Colômbia, reuniram-se para discutir a necessidade de se organizar, aumentar seus benefícios trabalhistas e defender-se contra os aplicativos multinacionais de transportes que aos poucos procuram invadir seu setor.

A ITF e o SNTT (Sindicato Nacional de Trabajadores de Rama, Servicios de la Industria del Transporte y Logística de Colombia) conseguiram recrutar mais de 400 trabalhadores no serviço especial de taxis de Cartagena, que é quem mais cobre o transporte escolar e de turistas, além de fazer serviços rotineiros. O objetivo é melhorar suas condições de trabalho e continuar a lutar contra os novos aplicativos de transportes.

O serviço especial de taxi nasceu da visão de diversos taxistas tradicionais, que reconheceram a necessidade de um serviço oferecendo segurança e qualidade, em nível nacional e que incluísse os turistas. Cartagena é o principal destino turístico da Colômbia e o setor tem crescido consideravelmente nos últimos anos. A qualidade e a reputação desse tipo de taxi têm ajudado a contrabalançar o uso do transporte potencialmente ilegal que se dá via aplicativos usados por moradores e turistas.

Esteban Barboza, presidente do SNTT, comentou: "A força da organização dos taxistas para lidar com esses sistemas modernos está na confiança que o usuário tem na qualidade e na segurança do serviço que oferecemos. É hora de que esses motoristas não sejam mais explorados pelos gestores dos taxis na Colômbia e demonstrem que podemos fornecer um serviço de qualidade com alto nível de conforto às pessoas, a fim de parar o uso de sistemas potencialmente ilegais como o Uber, que infringem os direitos trabalhistas".

Antonio Rodriguez Fritz, secretário regional da ITF para as Américas, comentou: "É preciso que os sindicatos dos motoristas de taxi do mundo todo se unam e lutem contra todas as formas de serviços ilegais de transportes. É essencial não apenas ter uma legislação adequada, mas também um sistema efetivo e permanente de inspeção para combater a pirataria e a ilegalidade que crescentemente ameaçam as fontes legais de emprego para milhares de trabalhadores”.    

Veja mais aqui embaixo sobre o taxi especial de Cartagena.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.