Ir para o conteúdo principal

Pessoal de terra de Schiphol comemora vitória

13 Jun 2016
Schiphol ground workers take action with workers in 32 airports to launch Airports United
Profissionais de segurança do Aeroporto de Schiphol, além de outros empregados de solo, comemoram duas importantes conquistas em sua luta por melhores condições de trabalho e segurança.

A KLM viu-se obrigada a abandonar seus planos de incluir nas negociações do acordo coletivo com o sindicato FNV a terceirização de 6.000 dos 17.000 funcionários de solo do aeroporto de Schiphol. A indignação que se alastrou por todos os profissionais de bagagens, armazém, check-in e outros levou a uma imensa participação no dia de ação do FNV e a uma manifestação em frente à sede principal da KLM. Em não mais que um dia, a KLM aceitou abrir mão da proposta e reiniciar as negociações. Haverá outras ações para seguir pressionando a empresa até que se encerrem as negociações no começo de julho.

No dia 2 de junho, Schiphol e suas empresas de segurança concordaram em empregar pelo menos mais 40 profissionais de segurança, para reduzir o tempo de espera do controle de passageiros a duas horas (alinhado com as mais recentes recomendações científicas) e introduzir controle de clima – com implementação conforme diretrizes asseguradas.

A isso seguiu-se uma série de curtas paralizações – convocadas via SMS – nas quais os empregados entregaram panfletos para os passageiros, a respeito de suas preocupações com os riscos à segurança, e um grande dia de ação em 1º de junho, que incluiu carregadores de bagagem, pessoal de limpeza e demais categorias de solo. Uma pesquisa do FNV com profissionais de segurança já havia revelado um alto nível de preocupação quanto à carga de trabalho e os níveis de iluminação e calor no local de trabalho.

Schiphol foi um dos 33 aeroportos onde se organizaram protestos no dia 1º de junho para o lançamento de Airports United, uma nova rede global de aeroportuários na luta contra a injustiça econômica e em prol da segurança física e patrimonial no setor aeroportuário.

Cihan Ugural, líder da campanha do FNV, disse o seguinte: “Muito nos alegram as vitórias de nossa equipe de solo, assim como a dos profissionais de segurança. As ações globais da Airports United no dia 1º de junho foram de muita ajuda, uma vez que deram o empurrão que faltava ao Schiphol. Demos uma prova da força dos trabalhadores e agora estamos realmente no radar do Schiphol”.

O secretário de aviação civil da ITF, Gabriel Mocho, congratulou o FNV e disse que esses são resultados que haverão de inspirar outros profissionais da nova rede Airports United de aeroportos.

Mostre seu apoio à Airports United pelo Twitter ou pelo Facebook usando #airportworkers.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.