Ir para o conteúdo principal

Jovens trabalhadores em transportes exigem ação sobre a mudança climática

17 Dec 2014
Doze jovens trabalhadores em transportes de nove países latino-americanos juntaram suas vozes num clamor por ação, enquanto líderes mundiais reuniam-se em Lima, no Peru, para a conferência sobre o clima da ONU, a COP 20 – uma preparação para a conferência mundial sobre o clima que se dará em Paris no ano que vem.

Houve participação não somente no seminário da ITF sobre mudança climática para jovens trabalhadores das Américas, realizado nos dias 8 e 9 de dezembro, como em diversas outras atividades sindicais que se deram na cidade, coordenadas pela Conferderação Sindical Internacional (ITUC). Houve também adesão à marcha pelo clima que somou 15.000 pessoas no dia 10 de dezembro.

Assista a Edwin Labrador,da  FBTTT, relatando a marcha como participante (em espanhol).

No seminário, palestrantes de sindicatos afiliados à ITF de Noruega, Espanha e Estados Unidos falaram das experiências de seus sindicatos na tomada de ação contra a mudança climática, como no caso do Amalgamated Transit Union (ATU), dos Estados Unidos, com suas ações para mobilizar membros, passageiros e comunidades locais; e no das atividades de mobilidade sustentável do CCOO, da Espanha, que incluíram a realização de um guia prático para sindicatos, relatórios de pesquisa, materiais educativos e de campanhas e o desenvolvimento de propostas para uma ação governamental.

Os participantes também discutiram a mudança climática em seus próprios países, os desafios para que se dê uma mudança de comportamento e o impacto da mobilidade no acesso a empregos e serviços. Ele discutiram como seus sindicatos poderiam realizar campanhas com outras organizações e com o governo. Após a mesa redonda, o coordenador de educação da ITF Américas, Emiliano Addisi , ajudou-os a desenvolver planos de ação em grupos para os seus setores da indústria, seus locais de trabalho e suas comunidades.

O vice-presidente da ATU, Bruce Hamilton, declarou em Lima: “O aumento do transporte público no mundo todo é uma das melhores maneiras de combater a mudança climática, uma vez que reduz as emissões de carbono enquanto cria empregos. Além de que uma transição justa para uma economia limpa dará mais proteção às comunidades mais pobres do mundo – as mais vulneráveis à mudança climática.”  

Falando ao término das conferência das Nações Unidas, Asbjørn Wahl, do Sindicato dos Empregados Municipais e Gerais da Noruega, e presidente do grupo de trabalho da ITF sobre mudança climática, declarou que a COP 20 não fora bem-sucedida em levar adiante as políticas contra a mudança climática e que negligenciava as necessidades e demandas dos trabalhadores e sindicatos. Acrescentou que era hora de que o movimento sindical desse passos ousados para liderar a luta contra a mudança climática, e deu as boas-vindas à energia dos jovens sindicalistas, que estavam prontos para entrar em ação.


Hablando al término de las conversaciones de la ONU, Asbjørn Wahl, del Sindicato Municipal y General de Empleados de Noruega, y presidente del grupo de trabajo de cambio climático de la ITF, manifestó que COP 20 no ha conseguido avanzar con las políticas de cambio climático y que descuida las necesidades y las demandas de los trabajadores/as y de los sindicatos. Añadió que ya es hora de que el movimiento sindical tome valientes medidas para liderar la lucha en contra del cambio climático y que le alegraba ver la energía que tienen los jóvenes sindicalistas, que están preparados para movilizarse.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.