Ir para o conteúdo principal

ITF e UNI reforçam acordo com o DPDHL para incluir devida diligência e direitos humanos em sua cadeia de suprimentos

19 Aug 2022

O Grupo Deutsche Post DHL (DPDHL), a ITF e o Sindicato Global UNI revisaram e fortaleceram seu protocolo conjunto da OCDE (Organização para a Cooperação Econômica e o Desenvolvimento), originalmente assinado em 2019.

Nos termos do novo acordo, assinado pelo Ponto de Contato Nacional alemão da OCDE em 25 de julho, o DPDHL, a ITF e o UNI se comprometem a dialogar de forma construtiva e contínua sobre emprego e relações de trabalho. O DPDHL concordou ainda em continuar a se engajar de forma significativa com o UNI e a ITF sobre maneiras de melhorar os procedimentos para identificar, prevenir, mitigar e remediar violações de direitos humanos e trabalhistas em sua cadeia de suprimentos.

Plano de trabalho conjunto

Para melhorar o âmbito do diálogo, as três partes acordam pela primeira vez um plano de trabalho conjunto. O foco será em tópicos de interesse mútuo e futuros desafios. Em termos de tópicos, nas reuniões regulares serão discutidas em profundidade as sete áreas temáticas seguintes listadas na Declaração da Política de Direitos Humanos do DPDHL: trabalho infantil, diversidade e inclusão, condições de trabalho, privacidade de dados, trabalho forçado, liberdade de associação e negociação coletiva e meio ambiente.

O primeiro protocolo da OCDE entre as partes foi assinado em 2016 e revisado em 2019.

A secretária-geral do UNI, Christy Hoffman, disse:

“Nós acolhemos este novo protocolo que inclui o UNI e a ITF nos processos de devida diligência do DPDHL e faz avançar nossa cooperação da resolução de problemas para a prevenção. Nossos acordos anteriores com o DPDHL, que endossaram o direito à liberdade de associação, fortaleceram o desenvolvimento sindical no mundo inteiro, principalmente nos países da África, onde muitos novos membros do sindicato são agora beneficiados por um acordo coletivo. Esperamos que este último protocolo proporcione condições ainda melhores para os trabalhadores da DHL ao longo de toda sua cadeia de suprimentos.”

O secretário-geral da ITF, Stephen Cotton, disse:

“Nós acreditamos que os trabalhadores merecem uma vida de respeito, dignidade e um quinhão justo da riqueza que eles criam. O relacionamento de longa data entre o DPDHL e a ITF e o UNI agora entra numa nova fase em que devemos trabalhar juntos para reforçar a voz dos trabalhadores e impactar de forma substancial seus empregos. A renovação desta parceria desenvolve os valores de responsabilidade nas cadeias de suprimentos e estamos ansiosos para unir forças e continuar a trabalharmos juntos em soluções para as questões e desafios futuros que a indústria do transporte precisa combater, como a descarbonização de nossa economia global.”

“Graças ao protocolo global, sabemos que nossas exigências chegam à alta administração e podemos retificar os problemas que os trabalhadores enfrentam”, disse um trabalhador e representante sindical na DHL Guiné.

As partes concordaram em manter suas conversas produtivas e realizarão reuniões regulares três vezes ao ano no nível das relações de trabalho. Os secretários-gerais da ITF e do UNI continuarão a se reunir pelo menos uma vez ao ano com o membro do conselho do Grupo DPDHL encarregado de recursos humanos para dialogar sobre os principais tópicos, conforme acordado.