Ir para o conteúdo principal

Tripulação irlandesa força Stobart Air a sentar à mesa de negociação

16 Apr 2019
A tripulação de cabine representada pela Fórsa assegurou negociações de reconhecimento com a Stobart Air sob a ameaça de fazer greve.

Até o momento, a Stobart tinha se recusado a sequer reconhecer o sindicato, e o que dizer de entrar numa negociação coletiva plena com relação a pagamento e condições de trabalho da tripulação de cabine? Cansada de ter seus direitos fundamentais ignorados, na quarta-feira, 84% da tripulação votou a favor da greve, com cada cédula retornada à Fórsa apoiando o mesmo curso de ação. A Stobart deu entrada em negociações de reconhecimento com o sindicato num esforço de evitar a greve.

As condições abusivas de pagamento e trabalho da Stobart e a negação dos direitos sindicais são típicas do modelo de terceirização cada vez mais prevalente na aviação europeia. A companhia ativamente derruba padrões trabalhistas ao prestar serviços para empresas aéreas onde há sindicatos como a Aer Lingus e a British Airways, que substituem alguns dos seus próprios trabalhadores e equipamentos pelos da Stobart.

Fazer uma limpeza dos padrões trabalhistas da aviação é uma das principais prioridades da ITF nos próximos anos. Com afiliados como a Fórsa, estamos fazendo campanhas para desenvolver um setor da aviação onde todos os trabalhadores, independentemente de seu empregador, tenham acesso a remuneração e condições justas, assim como a representação sindical.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.