Ir para o conteúdo principal

Sindicatos se unem para apoiar os trabalhadores marítimos de toda a América Latina

18 Apr 2019
Sindicatos de toda a América Latina reuniram-se e se comprometeram a dar assistência e solidariedade aos marítimos em dificuldades nos portos da América Central e do Sul.

A reunião em Cartagena na semana passada culminou com o lançamento da Rede Latino-Americana de Contatos da ITF, estendendo o compromisso da ITF de dar assistência aos marítimos da região.

A Rede Latino-Americana de Contatos da ITF se dá após o estabelecimento da Rede do Mundo Árabe, lançada em janeiro de 2017 para desenvolver uma estrutura mais forte de contatos sindicais, a fim de lidar com os pedidos de ajuda e a coordenação de casos onde os marítimos enfrentam exploração nas mãos de proprietários de embarcações inescrupulosos. 

Representantes de sindicatos afiliados à ITF de Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Peru e Uruguai participaram de um treinamento de dois dias, em 4 e 5 de abril, sobre direitos trabalhistas dos marítimos sob a Convenção do Trabalho Marítimo (CTM), os Acordos da ITF, o sistema de Bandeiras de Conveniência (BdC) e o papel da inspetoria da ITF na proteção das condições de vida e trabalho dos marítimos. 

A rede expandirá a capacidade da ITF de garantir padrões de empregabilidade na região da América Latina e garantir a decência de pagamento e condições de vida e trabalho a bordo. 

“Nossa meta é aumentar nossa capacidade de prover apoio confiável aos marítimos que solicitem assistência nesses países e também assistir todas as campanhas marítimas da ITF com organização e coleta de informações,” disse Steve Trowsdale, Coordenador da Inspetoria da ITF.

“Por toda a América Latina, os marítimos e portuários têm estado sujeitos a ataques ao seu direito a um trabalho seguro e decente e vamos mobilizar esta rede para responder a qualquer trabalhador sob ameaça. Estamos compromissados com defender os direitos dos marítimos explorados internacionalmente, com proteger os marítimos que trabalham no seu comércio doméstico e com os portuários responsáveis pela estiva pesada no cais.”

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.