Ir para o conteúdo principal

Portuários norte-americanos recebem apoio internacional à sua luta contínua por justiça racial

23 Jun 2020

Uma semana depois dos portuários da ILA e do ILWU fecharem os portos das costas leste e oeste dos Estados Unidos em solidariedade a George Floyd e inúmeras outras vítimas da brutalidade e injustiça racial, nossa família internacional de portuários está apoiando nossas companheiras e companheiros do ILWU e do ILWU Canadá, que mais uma vez paralisam suas atividades para contribuir com seu poder industrial para a luta por igualdade racial e justiça social.

Unindo-se ao ILWU, os portuários na Itália fazem protestos de solidariedade, representados pela FILT-CGIL, FIT-CISL e Uiltrasporti – com apoio da Federação Europeia dos Trabalhadores em Transportes (ETF) e da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF). Mais uma vez, a exigência é o fim do racismo sistemático e institucional, da brutalidade policial e da desigualdade econômica.

Os atos serão realizados em 19 de junho para coincidir com o Juneteenth ou Dia da Liberdade nos Estados Unidos. O dia celebra o discurso do general da União, Gordon Granger, em 19 de junho de 1865, no Texas, quando leu o decreto que libertou todos os escravos no Texas. Embora a escravidão já tivesse sido oficialmente abolida pela Proclamação da Emancipação mais de dois anos e meio antes, na prática, a proclamação não foi universalmente cumprida em todos os Estados Unidos.

Os portuários italianos da FILT-CGIL, FIT-CISL e Uiltrasporti, que participarão do ato, fizeram uma declaração conjunta de apoio: “Prestamos nossa solidariedade a nossas companheiras e companheiros nos Estados Unidos e Canadá e clamamos pelo fim da injustiça racial que presenciamos nos Estados Unidos e em todo o mundo. Os sindicatos têm um longo histórico de luta por justiça e continuaremos a nos unir contra todas as formas de ódio, preconceito e injustiça, não só nos portos, mas em todas as cidades e regiões.”

Willie Adams, presidente internacional do ILWU e primeiro vice-presidente da Seção dos Portuários da ITF, disse: “O ILWU está protestando no dia 19 de junho, ou Juneteenth, seguindo o espírito dos fundadores do sindicato –– incluindo aqueles que deram suas vidas nos eventos da greve geral da costa oeste dos Estados Unidos, em 1934. Ainda vivemos segundo sua crença: ‘mexeu com um, mexeu com todos.’”

“Juneteenth já é celebrado há muito tempo pela comunidade afro-americana, mas muitas pessoas até hoje desconheciam – após o assassinato de George Floyd, nossa nação volta a se concentrar em formas de abordar a justiça racial contínua e sistemática. Hoje, milhares de portuários na costa oeste e na Itália vão parar de trabalhar para mostrar seu comprometimento com a causa de igualdade racial e justiça social,” acrescentou Adams.

A ação de paralisação também recebe apoio de sindicatos do outro lado do mundo. Paddy Crumlin, secretário nacional do Sindicato Marítimo da Austrália, que também é presidente da ITF e da Seção dos Portuários da ITF, disse: “O racismo é intenso, no entanto muitas vezes recusado ou ignorado. O assassinato de George Floyd expôs cruamente um abuso de poder institucional impressionante, registrado em plena luz do dia, da maneira mais casual, enquanto testemunhas ao redor imploravam pela vida do Sr. Floyd.”

“Este assassinato atroz foi a faísca que desencadeou indignação no mundo, destacando o racismo como questão urgente da humanidade, e colocando em evidência o problema do racismo e da discriminação – economicamente, politicamente e socialmente – enquanto o movimento por justiça ganha enorme impulso. Hoje, a ITF e a MUA são solidárias com as nossas companheiras e companheiros nos Estados Unidos, Canadá e em todo o mundo, continuaremos a lutar por justiça racial e social.”

“Hoje e todos os dias, a família ITF diz claramente: Vidas negras importam. Justiça racial importa. Solidariedade com nossas companheiras e companheiros negros importa,” acrescentou Crumlin.

O presidente da Seção dos Portuários da ETF, Terje Samuelsen, disse: “Temos orgulho de apoiar nossos companheiros e companheiras do ILWU nesta luta por justiça social e racial, e apoiamos os portuários italianos nesta grande demonstração de solidariedade. Mais uma vez, portuários de todo o mundo estão levantando uma voz forte e unida em defesa dos direitos humanos e dignidade para todos, e sempre o farão.”


 

Joint Statement Logos

 

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.