Ir para o conteúdo principal

ITF saúda a sentença romena contra a Wizz Air

15 Mar 2019
A corte suprema da Romênia sentenciou que a Wizz Air discriminou seus emrpegados com base em sua afiliação e atividade sindical.

Em 2014, pouco após informar à Wizz que haviam formado um sindicato para representar os empregados da empresa aérea, 19 empregados foram desligados de suas funções. Essa ação punitiva violou tanto normas internacionais relativas à liberdade de associação quanto se opôs à orientação do Conselho Nacional de Combate à Discriminação do governo romeno.

Um tribunal inferior havia decidido a favor dos trabalhadores demitidos em 2016, mas a Wizz escolheu entrar com recurso a um tribunal superior. O sindicato, o Aerolimit Professional, saudou a decisão da corte suprema como uma que reforça os direitos fundamentais de seus membros e de outros aeroviários.

A ITF apoiou a Aerolimit e seus membros desde a sua fundação e vê este resultado como um reconhecimento importante de sua legítima atividade sindical. Especialmente no contexto da emblemática campanha da Ryanair promovida pela ITF, o Aerolimit tem demonstrado que as empresas de baixo cutso devem aceitar os mesmos padrões trabalhistas básicos de qualquer outro empregador no setor da aviação.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.