Ir para o conteúdo principal

Em breve, importante nova pesquisa de ANSP das federações internacionais

28 Aug 2020
Comunicado à imprensa
Os órgãos representando trabalhadores da aviação em todo o mundo estão encomendando uma nova importante pesquisa sobre o futuro dos provedores de serviços de navegação aérea (ANSPs).

A pandemia de Covid-19 está demonstrando a importância renovada dos serviços públicos e infraestrutura nas nossas sociedades. Como órgãos que gerenciam nosso espaço aéreo, os ANSPs desempenham um papel crítico nas emergências de saúde global e em tempos mais comuns. Os ANSPs garantem que as empresas aéreas possam transportar mercadorias e pessoas mais rapidamente e em segurança ao redor do mundo.

Entretanto, há preocupações crescentes que o atual modelo financeiro e regulamentar para os ANSPs seja insustentável.  Com financiamento restrito a operações de empresas aéreas, o colapso da demanda devido à Covid-19 colocou muitos ANSPs em graves dificuldades financeiras. Crucialmente, trabalhadores altamente qualificados estão sendo dispensados para cortar custos, arriscando a perda permanente da especialização de que o setor da aviação precisa para recomeçar após a crise.

É essencial para a economia global que os governos, empresas, sindicatos e instituições multilaterais trabalhem juntos para construir um modelo sustentável para os ANSPs. Para isso, as federações internacionais que representam trabalhadores da aviação em todo o mundo estão contratando uma pesquisa para informar uma nova estrutura de políticas para navegação aérea.

A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF), Federação Internacional de Associações de Gestão de Informação Aeronáutica (IFAIMA), Federação Internacional das Associações dos Controladores de Tráfego Aéreo (IFATCA) e a Federação Internacional de Associações de Eletrônica de Segurança de Tráfego Aéreo (IFATSEA) já têm cooperado durante a crise da Covid-19. Em maio, publicaram uma declaração conjunta solicitando aos governos que forneçam imediato apoio financeiro e regulamentar aos ANSPs para dar apoio ao esforço de resposta de emergência.

Agora, todas as quatro federações desejam colaborar na determinação do futuro dos ANSPs. A nova pesquisa deverá ser concluída até o fim do ano e estará publicamente disponível. Entrem em contato com a ITF se tiverem interesse em receber uma prévia das descobertas e recomendações.