Ir para o conteúdo principal

Aeroportuários dão início a uma temporada de ação

10 Sep 2019
Aeroportuários do mundo todo estão se preparando para uma ação reivindicando justiça de pagamento e condições de trabalho em hubs chave da aviação.

Ontem, no Canadá, o Conselho dos Trabalhadores dos Aeroportos de Toronto celebrou o Dia do Trabalho recebendo um grupo de políticos de diferentes partidos antes das próximas eleições. Em sessão aberta no Aeroporto Internacional de Pearson, os trabalhadores questionaram os candidatos dos partidos Liberal, Novo Democrático e Verde a respeito de questões como trabalho precário, intermitência de contratos e dispositivos para um piso salarial federal que permita viver dignamente.

Na Tailândia, o Sindicato Wingspan (envergadura) dos Trabalhadores (WWU) anunciou sua conversão de um sindicato de empresa específica para um sindicato de setor, representando todos os trabalhadores aeroportuários. A adesão ao WWU está agora aberta a todos os trabalhadores dos aeroportos tailandeses, independentemente do seu empregador. Este é um passo importante para superar a fragmentação da mão de obra aeroportuária e afirmar o poder dos trabalhadores mais além das divisas ocupacionais.

Enquanto isso, na Indonésia, os tripulantes de cabine organizados pelo sindicato Ikatan Awak Kabin Garuda Indonesia (IKAGI) continuam resistindo aos esforços da Garuda de combater os sindicatos. A secretária geral do IKAGI, Jackie Tuwanakotta, foi impedida de fazer uma visita solidária a Toronto pela tentativa da empresa de sabotar as finanças do sindicato. Sindicatos canadenses e tailandeses, junto com muitos outros sindicatos afiliados à ITF ao redor do mundo, condenaram as ações da Garuda e manifestaram apoio ao IKAGI em sua busca por garantir direitos sindicais básicos, alinhados com a legislação da Indonésia.

Mais tarde na semana, trabalhadores de hotelaria empregados pela LSG Sky Chefs irão se reunir em Frankfurt e Londres para coordenar planos para melhorar as condições de trabalho e pagamento, e investigar a fundo a planejada venda da LSG ao Grupo Lufthansa. Isto vem após ações tomadas nos EUA no mês passado, pelas quais 58 trabalhadores, organizados pelo UNITE HERE foram presos por desobediência civil fora da sede da American Airlines, cliente da LSG.

A ITF tem estado ativa na coordenação de campanhas locais e nacionais em anos recentes, por meio do seu programa de organização aeroportuária e sua seção de aviação civil. Continuamos a apoiar os aeroportuários em reivindicar um acordo justo para os trabalhadores.

 

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.