Ir para o conteúdo principal

ITF conclama governo do Sri Lanka a libertar maritime ucraniano após três anos de detenção

10 Jul 2019
Comunicado à imprensa
A ITF conclamou o governo do Sri Lanka a imediatamente soltar o marítimo ucraniano Capitão Gennadiy Gavrylov e permitir que ele volte a seu lar na Ucrânia.


“Há mais de três anos que Gennadiy Gavrylov  está à deriva no Sri Lanka e desesperado para voltar para casa, enquanto as autoridades do Sri Lanka se recuam a dar-lhe permissão para deixar o país,” disse o secretário geral da ITF, Stephen Cotton.

“Ele é uma vítima de criminalização e sua continua detenção nada mais é que uma grave violação de seus direitos humanos.

“Nenhum marítimo, nenhuma família, deveria passar pela experiência por que Gennadiy está passando. Ao longo dos últimos três anos de detenção, o capitão Gavylov foi privado de contatar sua família, impedido de deixar o Sri Lanka e nem teve o direito de trabalhar para se sustentar.

“A sua saúde está se deteriorando, e ele desesperadamente precisa de uma cirurgia cardíaca da qual depende sua vida, e sua família é deixada desamparada sem o salário dele para sustentá-la,” disse Cotton.

Gennadiy Gavrylov tem sido impedido de deixar o Sri Lanka desde a sua prisão em 23 de junho de 2016, em função de uma investigação policial relacionada à embarcação de bandeira do Sri Lanka Avant Garde.

O Capitão Gavrylov foi o mestre a bordo do Avant Garde, uma embarcação engajada em segurança marítima e prevenção da pirataria. Havia a bordo depósitos de armas e munição com o fim de cumprir esse papel.

Em outubro de 2015, a embarcação estava esperando para ser liberada para adentrar o porto e ancorar próximo às águas do Sri Lanka por ordem da empresa, quando foi apreendida pelas autoridades do Sri Lanka e forçada a adentrar as águas do Sri Lanka. Em junho de 2016, o capitão Gavrylov foi preso acusado de importação ilegal de armas.

“O direito internacional é claro quanto aos direitos de os indivíduos sujeitos à detenção por autoridades de um estado, no caso de alguém ser preso ou detido devido a uma acusação criminal, terem direito a um julgamento ou serem soltos dentro de um prazo razoável,” disse Cotton.

“Levando em conta as circunstâncias da prisão do capitão Gavrylov, e considerando também a atual fragilidade do seu estado de saúde e o longo período em que é mantido detido sem acusação, imploramos ao governo do Sri Lanka que intervenha e permita que o capitão Gavrylov volte para casa,” concluiu Cotton.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.