Ir para o conteúdo principal

“Europa de Transporte Justo” é lançada

22 Sep 2015
Um grupo chave de sindicatos de transportes reune-se na Europa na quarta-feira para abordar a piora das condições de trabalho com uma nova iniciativa de campanha, “Europa de Transporte Justo,” com apoio ativo de afiliados da ETF de 28 Estados Membros.

Na primeira reunião, no dia 16 de setembro, representantes de França, Letônia, Lituânia, Bélgica, Romênia, Espanha, Luxemburgo, Dinamarca, Suíça, Alemanha, Austria e Reino Unido reuniram-se na Federação Europeia de Trabalhadores em Transportes para prepararem-se para a campanha que enfocará salários e condições de trabalho decentes, assim como direitos sociais para trabalhadores em transportes na Europa.
 
Os sindicalistas concordaram que os trabalhadores em transportes da Europa estão trabalhando mais e mais rápido por menos dinheiro e que, em certos setores, são submetidos a condições desumanas. Na ausência de regulamentação adequada da União Européia e da aplicação, em nível local, da regulamentação existente, as desigualdades encontradas de um país para o outro quanto a condições e salários são aproveitadas por empregadores sem escrúpulos, levando a uma espiral descendente que prejudica a todos.
 
A iniciativa, que também é apoiada pela ITF, deverá ser lançada no final deste mês e tem por intenção coletar um milhão de assinaturas de cidadãos de toda a Europa, que devem então obrigar a Comissão Européia a agir, quem sabe elaborando uma nova legislação ou preenchendo as lacunas existentes nas normas atuais.
 
“O transporte na Europa não pode se dar ao custo de não se tratar decentemente os trabalhadores. A política de transportes deve estar no topo da agenda. A livre circulação de bens e pessoas deve vir acompanhada de condições de trabalho justas. Isto servirá para acordar a Comissão,” declarou o presidente da ETF, Lars Lindgren, do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes da Suécia.
 
Lindgren compartilha a liderança da iniciativa com Jan Villadsen, do sindicato 3F, da Dinamarca.

Publicar um novo comentário

Restricted HTML

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.