Ir para o conteúdo principal

ITF Ásia Pacífico

Solidariedade com sindicatos de transportes na região Ásia Pacífico

A ITF, na região Ásia Pacífico, representa 1.1 milhão de trabalhadores em transportes por meio de seus sindicatos filiados – a maior integração de sindicatos de transportes fora da Europa, cobrindo 30 países.

Nossos objetivos são:

  • expandir a filiação sindical
  • promover e conduzir a educação sindical
  • fortalecer a capacidade solidária dos sindicatos de transportes
  • abordar problemas relacionados a HIV/AIDS
  • promover atividades de gênero e a participação dos jovens em todos os níveis da ITF

Temos escritórios em Delhi, Sydney e Tóquio.

Delhi é o escritório de representação na Índia.

O escritório de Sydney é nossa base no Pacífico Sul (incluindo o Timor Leste).

O escritório de Tóquio é a nossa base da Ásia Oriental

Subscribe to ITF Ásia Pacífico

ITF Ásia Pacífico Notícias

Notícias | 21 Jan 2022 Comunicado à imprensa

A ITF alerta que a Patrick Terminals prejudicará a cadeia de suprimentos dos consumidores australianos

A Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) alerta que a tentativa da Patrick Terminals de rescindir seu acordo de trabalho de longa data com...

Notícias | 10 Dec 2021

Os chefes do transporte global rejeitam alegações sem fundamento de congestão portuária do governo Morrison

Os sindicatos dos trabalhadores em transportes rejeitam as alegações feitas pelo governo federal da Austrália de que os desafios atuais da cadeia de suprimentos...

Notícias | 03 Dec 2021

Greve na Coreia do Sul fecha transporte rodoviário de carga enquanto se intensifica a luta por Tarifas Seguras

O transporte rodoviário de carga foi seriamente afetado na Coreia do Sul na semana passada durante a greve dos caminhoneiros em todo o país. A greve durou três...

Notícias | 25 Nov 2021 Comunicado à imprensa

Sindicatos dizem aos empregadores que a violência doméstica é um problema do local de trabalho e dos homens

Um novo relatório clama aos empregadores do setor de transporte que façam mais para combater a violência doméstica junto à sua força de trabalho...

VEJA MAIS