ATEPSA victory
O secretário geral da ATEPSA, Jonatan Doino, firma o acordo

Triunfo dos Controladores de Voo Argentinos

O sindicato ATESPA (Asociación de Técnicos y Empleados de protección y Seguridad a la Aeronavegación), da ITF, saiu-se bem na negociação com a estatal EANA SE, após condenar violações trabalhistas e o descumprimento de sua convenção coletiva.

A ATEPSA disse que, graças à luta de seus membros e à solidariedade da ITF e de seus sindicatos, conseguiu negociar importantes melhorias socioeconômicas para seus trabalhadores.

As conquistas incluem:

  • A companhia ter acordado dar aos trabalhadores com contratos de termo fixo contratos permanentes;
  • A readmissão de Ezequiel Rosas, um empregado que foi demitido injustamente pela EANA SE; e
  • Um acordo para aumentar os salários numa média de 26 por cento para cada categoria coberta pela convenção, incluindo daqueles não contemplados pela convenção e com contrato de termo fixo.

Antonio Rodríguez Fritz, secretário regional da ITF Américas, disse a esse respeito: "Esta é uma vitória do compromisso dos controladores de voo argentinos que lutam por justiça no trabalho. A ITF, junto com seus afiliados regionais, combate as violações dos direitos trabalhistas e humanos".

O secretário de aviação civil da ITF, Gabriel Mocho Rodríguez, comentou que esta importante conquista estabelece um padrão para que se revise a situação de milhares de trabalhadores da aviação civil da Argentina e da região, cujo serviço garante a segurança de operações aéreas no mundo todo.

Diversos sindicatos da ITF manifestaram-se solidários à ATEPSA, incluindo a National Air Traffic Controllers Association (NATCA), dos EUA; a Unión de Trabajadores del Transporte Marítimo, Aéreo, Terrestre y Afines (UTT), do Uruguai; a Unión de Trabajadores del Transporte Marítimo, Aéreo, Terrestre y Afines (ANFDGAC), do Chile; a Unión de Trabajadores del Transporte Marítimo, Aéreo, Terrestre y Afines (SNTT), da Colômbia; e, na Argentina, a Unión de Trabajadores del Transporte Marítimo, Aéreo, Terrestre y Afines (UALA), a Asociación de Personal Aeronáutico (APA), a Asociación de Pilotos de Líneas Aéreas (APLA) e a Union del Personal Superior y Profesional de Empresas Aerocomerciales (UPSA).

 

Inclua seu comentário

Todos os comentários