International_womens_day_2014

Leia, por favor, nossa política de privacidade.

Dia da mulher 2014, 8 de março de 2014

RSS Feed Click to subscribe to RSS feed

Defendendo os direitos da mulher trabalhadora

  • Sobre a campanha

    O Dia Internacional da Mulher da ITF é um evento anual. Seu objetivo é auxiliar na defesa dos direitos das mulheres trabalhadoras no setor de transportes, e melhorar sua visibilidade e participação no movimento sindical.

    Esta é uma oportunidade para sindicatos de todo o mundo — para homens e mulheres — de se unirem, apoiarem suas filiadas mulheres e abordarem os assuntos de interesse de mulheres trabalhadoras na indústria de transportes, em todos seus setores.

    Este ano, além das outras atividades programadas, nós conclamamos nossas afiliadas para se manifestarem em solidariedade com trabalhadoras da Qatar Airways.

    Mas por que a Qatar Airways (QR)?

    1. Mulheres devem obter permissão do empregador antes de se casarem
    É isso mesmo que você leu. Mulheres empregadas da QR não têm a liberdade de se casarem livremente, mas devem antes pedir permissão a seu empregador. Se a mulher for funcionária há menos de cinco anos, ela não pode se casar e ponto final.

    2. Trabalhadoras grávidas são demitidas
    Não existe licença-maternidade na Qatar Airways — gravidez significa demissão. Não notificar ao empregador sobre uma gravidez ou ocultar uma gravidez é quebra de contrato de emprego — o que também significa demissão. Os contratos têm cláusulas definindo que a empresa pode efetuar a demissão a partir da data de notificação da gravidez.

    3. Mulheres não podem ser vistas em público com amigos do sexo masculino
    Se a trabalhadora não fizer uso de transporte próprio da Qatar Airways para ir trabalhar, ela não seja seu pai, irmão ou marido.

    4. Sociável? Você está demitida
    Recebemos informações de que trabalhadoras da Qatar Airways vem sendo demitidas por postar fotos de si mesmas no Facebook. 

    Trabalhadoras merecem mais. Todos nós sabemos que sindicatos fortes precisam de mulheres filiadas — e acreditamos que companhias fortes respeitam os direitos das mulheres.

    Sindicatos de todo o mundo entraram em ação

    Sindicatos afiliados à ITF enviaram cartas e emails de protesto para a Qatar Airways, e várias atividades foram organizadas por todo o mundo para conscientizar a população dos problemas enfrentados pelas trabalhadoras da Qatar Airways.

    Os países envolvidos nestas ações foram: Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Botswana, Colômbia, Costa do Marfim, Estados Unidos, Etiópia, Filipinas, França, Índia, Letônia, Libéria, México, Níger, Paquistão, Porto Rico, Senegal, Suécia, Togo, Turquia e Zâmbia.

    As atividades incluíram dias de treinamento para trabalhadoras, exibição de filmes para a conscientização, exposições, marchas e protestos, entrevistas, discussões em mesa-redonda, conferências e a publicação de relatórios examinando o papel da mulher no ambiente de trabalho.

Inclua seu comentário

Todos os comentários