Sindicatos da ITF continuam a ganhar força na Venezuela

Sindicatos da FBTTT (Federación Bolivariana de Trabajadores y Trabajadoras del sector Transporte, Afines y Conexos) da Venezuela participaram de um seminário de organização e fortalecimento na semana passada.

 

O evento foi usado para planejar como eles podem se tornar mais poderosos por meio do aumento do número de membros e da promoção de acordos de negociação coletiva.

Sindicatos venezuelanos afiliados à ITF criaram a FBTTT em 2013, a qual demonstrou dar um importante impulso para os trabalhadores em transportes, continuando a trabalhar para fortalecer a representação dos sindicatos de transportes no país. Em novembro passado, criou-se o BoliMarítimos, um sindicato de alcance nacional representando portuários, marítimos, assim como profissionais de navegação fluvial e da indústria da pesca, o qual, em menos de três meses, atraiu 1.250 membros, sendo 883 deles portuários. Atualmente, a FBTTT negocia 15 acordos coletivos em transporte de passageiros, carga, logística e aviação civil.

José Rosal, coordenador nacional da ITF na Venezuela, declarou: “A união dos trabalhadores e a existência de acordos coletivos justos em todas as empresas são o principal mecanismo para garantir a defesa do processo de construção da nação”.

“Seguiremos os princípios de nosso eterno líder, o Comandante Chavez, para termos empregos decentes e uma vida digna".

Francisco Torrealba, presidente da FBTTT e novo ministro do poder popular para o Trabalho, nomeado pelo presidente Maduro no começo deste ano devido ao seu trabalho como líder sindical, esteve no seminário. 

Inclua seu comentário

Todos os comentários