Sindicatos fazem promoção global da prevenção do HIV/AIDS

Fornecimento de testes de HIV, entrega de folhetos, engajamento de pessoas de todas as idades – estas foram apenas algumas das atividades levadas a cabo pelos sindicatos da ITF e organizações afins no Dia Mundial da AIDS (1º de dezembro), para conscientizar sobre a doença os trabalhadores e a população em geral.

Alguns pontos altos foram:

  • Nas Filipinas, o “Magsaysay Institute of Shipping”, parceiro da ITF, realizou um seminário para 80 empregados e marítimos, organizou uma competição e uma peça teatral, produziu e apresentou um vídeo para os cadetes em todos os sítios, ofereceu check-ups de HIV de graça e distribuiu 1.500 preservativos e lubrificantes. Outro parceiro da ITF, a Academia Davao, distribuiu fitas vermelhas para estudantes e equipe para demonstrar seu apoio às pessoas vivendo com HIV/AIDS e suas famílias.
  • O Sindicato Geral dos Marítimos do Egito encorajou as empresas e agências de navegação a concentrarem-se no HIV/AIDS e realizou um seminário no qual um médico especialista informou sobre sintomas, prevenção e tratamento da doença.
  • A Associação dos Empregados do Porto de Cochin, na Índia, entregou folhetos numa estação rodoviária central e permitiu que as pessoas conversassem com um médico. A FSUI forneceu exames médicos gratuitos para marítimos, portuários e rodoviários no portão do “Mumbai Port Trust”.
  • O MTWTU da Ucrânia ofereceu aconselhamento e testes de graça para os marítimos e realizou sessões especiais de conscientização sobre o HIV na academia marítima de Odessa.
  • Ao longo de mais de uma semana, a rede de USAFIRI de trabalhadores soropositivos do Quênia e o Movimento de Homens contra a AIDS fizeram teste de HIV em mais de 530 pessoas, incluindo escritórios da ONU e de empresas locais.
  • O Sindicato Indonésio dos Ferroviários (SPKA) encorajou seus membros a usarem o símbolo da fita vermelha nos locais de trabalho do país todo.

O coordenador do programa de HIV/AIDS da ITF, o dr. Asif Altaf, declarou: "Os sindicatos da ITF trabalham permanentemente para conscientizar sobre HIV/AIDS”.

"É bom ver que, mais uma vez, aproveitaram o Dia Mundial da AIDS para alcançar milhares de trabalhadores e suas famílias, de forma a ajudá-los a entender como se proteger da doença".

Paddy Crumlin, presidente da ITF, comentou que os sindicatos também cumprem um papel vital no combate ao preconceito no local de trabalho contra os portadores de HIV/AIDS, e acolheu os esforços em envolver empresas e empregados na conscientização sobre a doença.

Segundo a UNAIDS (o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS), em torno de 1.9 milhão de adultos por ano foram infectados pelo HIV nos últimos cinco anos, interrompendo a queda no número de novas infecções. Saiba mais as atividades da UNAIDS pelo Twitter em #hivprevention.

Saiba mais sobre atividades sindicais, que foram parte da campanha da campanha da ITF pelo Dia Mundial da AIDS em 2016, em conjunto com a campanha Mãos ao Alto pela Prevenção do HIV da UNAIDS.

Se você é um marítimo, baixe o novo de bem-estar da ITF, que é de graça para informar-se e orientar-se sobre transmissão do HIV/AIDS, sintomas, prevenção e tratamento.

 

Inclua seu comentário

Todos os comentários