1. Polos e Corredores

O exercício do poder e as conexões que são feitas nos principais locais.

A ITF obtém sua força de trabalhadores sindicalizados dos principais portos, aeroportos, polos logísticos, hidrovias e corredores ferroviários.

Esses trabalhadores podem exercer muito poder tanto para si mesmos como para a família ampliada da ITF. A rápida expansão da indústria dos transportes ameaça a posição que a ITF tem nos gargalos da indústria. Por exemplo, novos tipos de polo de logística baseados perto de portos e aeroportos que frequentemente empregam trabalho não sindicalizado.

Saiba mais aqui >>

Links para o nosso trabalho disponíveis aqui:

http://www.itfglobal.org/pt/news-events/news/2016/june/airport-workers-group-launches-with-world-protests/

http://www.itfglobal.org/pt/news-events/news/2016/june/schiphol-ground-workers-celebrate-wins/

http://www.itfglobal.org/pt/cross-sectoral-work/supply-chain-logistics/in-focus/industrial-hubs-programme/

http://www.itfglobal.org/pt/news-events/news/2016/may/kenyan-truckers-force-action-on-security-demands/

http://www.itfglobal.org/pt/about-itf/four-levers/2-lead-companies/

Inclua seu comentário

Todos os comentários